sexta-feira, 14 de janeiro de 2011

Eu quero...

A voz como o som das muitas águas me visitou.
O contexto é o seguinte: Sou muito desejoso por Deus. Quero viver suas promessas, quero experimentar suas provações, quero ouvir sua voz, quero ser instrumento... enfim. Deus, muito atencioso e prestativo, enquanto clamava mais uma vez pelo seu enchimento em minha vida, perguntou-me:
“Para que?... Para que você me deseja tanto?”.

E a resposta foi – em partes – descrita abaixo:

Eu quero...

- um novo tempo espiritual, novas experiências, novos sonhos, novas ministrações, novas direções. Quero que Sua voz não seja esporádica ou confusa, quero ouvir como trovões anunciando as tempestades;

- que minhas palavras sejam confundidas com as palavras dAquele que vive eternamente, e assim, tais palavras se transformem em flechas penetrantes de corações petrificados; e assim, transformações aconteçam, transformações de valores, sentimentos, palavras... transformações.

- que orações não sejam minhas palavras soltas e voando sem direção, e sim que minhas orações sejam a mais profunda e intima conversa com meu Amor; sejam conversas reais com o sobrenatural e não manipulações baratas de ‘demônios’ pagos para darem shows em ‘suas’ igrejas;

- uma igreja superlotando, não por seus recursos humanos, mas pelo mover dos recursos divinos. Eu quero ver uma igreja entendendo o porquê de se chamar Igreja; eu quero ver uma Igreja que anseia pela presença de Deus mais do que pelo próximo líder do BBB!;

- as palavras bíblicas tomem vidas, e sejam vividas pelos bíblicos;

Eu quero ser cheio do Espírito Santo de Deus para que alguma coisa aconteça de verdade no meio do povo cristão.

Em Cristo,
Pr Kiko Machado.

Nenhum comentário: