terça-feira, 3 de agosto de 2010

AUTOMATE

Eu nunca procurei traçar um perfil dos leitores deste blog alado, porém creio que são pessoas que estão inseridas no Reino de Deus e que desejam mais e mais de Deus; pessoas essas que não se contentam com uma vida simples de ‘visitador de Igreja’, desejam estar inseridas no trabalho do Reino.
Pensando nos meus possíveis leitores ávidos pelo crescimento do Reino, escrevi este texto que me abençoou muito antes de lhe abençoar, meu amigo. Um texto que analisa Jesus comparando o Reino de Deus a...
“... um homem que lança a semente sobre a terra. Noite e dia, estando ele dormindo ou acordado, a semente germina e cresce, embora ele não saiba como. A terra por si mesma produz o grão: ... Logo que o grão fica maduro, o homem lhe passa a foice, porque chegou a colheita”. Mc 4.26-29.

A chave interpretativa deste texto está na expressão “por si mesma”. Esta expressão em grego é dita “Automate”, formadora da palavra Automático, e com o sentido bíblico de “sem razão conhecida”.
Assim, conseguimos extrair uma revelação tremenda: O Reino de Deus cresce sozinho! Não fazemos Igrejas crescerem!

Qual nossa participação?
1. Semear.- “Ninguém dá o que não tem” – Dizia meu primeiro pastor.
Precisamos de atualização, oração, estudo, e principalmente, Tempo de excelência para Deus;
2. Descanso.
- “Não queira fazer o trabalho de Deus” – Frase minha mesmo.
- Quanta gente de Deus estressada por não conseguir fazer as coisas que Deus faz! Quando será que elas conseguirão?
- Descanse sem ser vagabundo. Desfrute da vida com amigos e irmãos. Não esqueça da importância dos filhos. Trabalhe com intensidade sem perder oportunidades. Durma em paz!
3. Colheita.
- “Como é que se diz?” – Frase celebre da mãe ensinando o filho a agradecer o presentinho. Mas, depois que crescemos parece que queremos nos vingar de tantos agradecimentos, e esquecemos de dizer a Deus “muito obrigado”! Ou será porque já nem notamos mais as suas bênçãos e pensamos que o acaso está nos protegendo?!

Automate. É Deus quem faz. Nós somos só seus instrumentos de trabalho.

Em Cristo.

Um comentário:

Tarcísio disse...

Tá, parou com a brincadeira!
Há uns 15 dias, no mínimo, só vejo as palavras deste cidadão serem apontadas diretamente pra mim! Seja nos dois últimos textos deste blog, seja nos dois últimos domingos de pregação na igreja.

Quer saber?!...

...Tenho que mudar...

Obrigado, Senhor