quinta-feira, 12 de fevereiro de 2009

Questiúnculas da religião.

Não quero mais lidar com certas perguntas. Aliás, prefiro não gastar o pouco de lucidez que me sobrou com questiúnculas religiosas. Chega, a fila tem que andar.



Recuso-me a responder



se o dízimo é mandamento válido no Novo Testamento;

se pessoas divorciadas podem casar-se novamente;

se masturbação é pecado;

se os cristãos devem guardar o sábado;

se maldição pega em crente;

se Jesus transformou água em suco de uva ou vinho, vinho;

se Golias tinha mais de três metros de altura;

se Jó existiu de fato ou era um personagem poético;

se o Anticristo já nasceu;

se sexo anal é pecado;

se tatuagem é do diabo;

se crente pode usar piercing;

se a circuncisão deve ser praticada por cristãos;

se batismo deve ser em nome do Pai, Filho e Espírito Santo ou só de Jesus;

se um nascido de novo perde a salvação ou “uma vez salvo, salvo para sempre”;

se o Arrebatamento vai ser antes ou depois da Grande Tribulação;

se os índios isolados da Amazônia vão para o inferno;

se é certo alguns pastores se darem o título de apóstolo;

se Deus aprova o controle de natalidade;

se o diabo tem direitos legais sobre quem comete qualquer deslize;

se é maldição beber um "chopps" (sic) na sexta-feira.




Soli Deo Gloria



visite o site www.ricardogondim.com.br

3 comentários:

HockembaK disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
HockembaK disse...

Olá Kiko Machado !
Você seria capaz de fazer com que eu me batize na Igreja Batista?
Eu tenho muito interesse nisso ! Sempre fui cristã, mas lendo a "Questiúnculas da Religião" percebi que a maioria das minhas dúvidas são parecidas com aquelas...
Se você responder minhas perguntas de uma maneira que eu entenda e tenha certeza de que o que você falou está certo, eu vou sentir no meu coração que é a hora de eu me batizar ! Caso contrário, seguirei no caminho de 'nenhuma religião, apenas creio em Deus' e procurando respostas que me convençam, pois eu acredito infinitamente em Deus.
Leve isso como um pedido de ajuda de quem quer muito entender o cristianismo dentro e fora das igrejas... Então, as perguntas !

- Dízimo. Qual a real importância dele para Deus? Pagar conta de água e luz da Igreja e proporcionar conforto? Qual o motivo de cobrarem tanto isso dos fiéis? Fiz essa pergunta porque quando mais precisei da Igreja que eu frequentava, me perguntaram se eu era DIZIMISTA ! Se eu fosse dizimista eu era ajudada, não bastava eu estar lá e ajudando quando eu podia? Eu tenho que ser dizimista para ter amigos dentro de uma Igreja? Preciso ser rica como a maioria das pessoas na Igreja que eu ia eram? Estas que eram muito bem tratadas por sinal !

- Por que aquelas pobres pessoas no Haiti estão passando por tudo aquilo? Deus está lá com elas? Estou até com medo dessa pergunta, pois ainda aredito em deus apesar de não entender isso !

- Se Jesus NUNCA cobrou para falar de Deus, por qual motivo hoje ser pastor virou uma PROFISSÃO? O pastor da minha igreja tem um carro muito bom, tem uma casa muito grande e bonita, passa as férias na praia com seu notbook e seu mp652, enquanto pastores de Igrejas Assembléias e Quadrengulares dão a palavra, fazem seus cultos e trabalham em um emprego normal...Será que o dízimo não está ajudando o pastor a comprar uma moto?

- Por quê dentro da Igreja todo mundo conhece todo mundo e trata bem todo mundo, chamado de "irmãzinha" e "irmãozinho" pra lá e pra cá, sendo que na rua viram o rosto para não cumprimentar?

- Por qual motivo tratam tão bem quem tem mais dinheiro do que o mais pobre nas grandes igrejas batistas? Por causa do dízimo?

- Por qual motivo espiritismo é fora dos padrões do Cristianismo? Eu frequentei um centro espírita que não era de macumba nem algo assim, eles falam MUITO de Jesus, e pedem CARIDADE ao invés de DÍZIMO, eles pedem que ajudem quem precisa doando uma roupa, uma comida, presenteando com uma amizade... Eles pedem uma colaboração para quem tiver condições para que eles possam pagar os gastos como luz, água e telefone. Eles sim fazem o bem sem olhar a quem, enquanto na Igreja Batista não deixaram entrar um mendigo porque estava mal vestido e fedorento !



Sabe, eu não entendo quase nada de Teologia, não leio a Bíblia todos os dias, leio quase que 2x por ano, mas sei o quanto Jesus fica feliz quando eu falo a verdade, quando eu não faço maldades, quando eu cuido de alguém, quando eu ajudo um dos pequeninos dele e quando eu cuido das coisas maravilhosas que ele me proporciona, quando eu trato bem alguém independente da roupa e da condição financeira da pessoa... Ele fica mais feliz comigo assim do que se eu fosse uma crente besta que nem costumo ver na maioria das Igrejas, que na Igreja só porque é popular ou tem dinheiro faz a anarquia que quiser que o líder só dá um chingãozinho e acha que ta tudo bem, Jesus está mais feliz comigo do que com muitos que ficam julgando e se afastando de quem pratica um pecado como FICAR, ir em uma FESTA não gospel, usar um decote ou uma saia curta, falar palavrões, os crentes se afastam de quem faz isso ao invés de se aproximar e trazer essa pessoa pra igreja !
Eu já cansei de ver a quantidade de pessoas que lá dentro ficam quietinhos com carinhas de anjinhos e lá fora fazem tudo o que a Igreja estipula errado !

INDEPENDENTE DA FORMA QUE EU ME VESTIR, DO QUE EU BEBER, DOS LUGARES QUE EU FREQUENTAR, DAS PESSOAS QUE EU TIVER AMIZADE, DAS MINHAS EXPRESSÕES LINGUÍSTICAS, DA MINHA CONDIÇÃO FINANCEIRA, DEUS VAI ESTAR OLHANDO PARA O QUE EU SOU PERANTE A ELE, VAI ESTAR OLHANDO PARA A PUREZA DO MEU CORAÇÃO E DAS MINHAS ATITUDES !

Deus olha pro meu coração, e não para as minhas roupas ou para quem está ao meu lado muito menos para meu bolso [ carteira ]...
Minhas atitudes virão através do que eu sinto por Deus, do que eu ache que pode magoar à Ele ou deixá-lo zangado comigo.


Era isso, espero tua resposta !
Abraço, Deus te abençoe !

Paulo disse...

Oi Kiko, saudaçoes da Alemanha. Fico feliz em saber que voce frequenta o Godin, eu também gosto dele. Sugiro também um outro, cqso vc ainda nao frequente: caiofabio.com
Ele tem um conteudo muito bom também (pelo menos pra mim, foi a salvaçao da minha alma crente, apos o choque do 1° ano numa faculdade de teologia protestante...)
Aquele abraço