segunda-feira, 4 de agosto de 2008

Voto 1: COMBATA SERIAMENTE O PECADO

Pecado:
- Errar o alvo com Deus (Definição conhecida).
- Viver sem a consciência do mundo espiritual (Definição desconhecida... minha!).
A superficialidade é a maldição de nosso tempo; a doutrina da satisfação instantânea é o principal problema espiritual; gostaria de colocar nos postes da cidade: “Precisa-se de pessoas com profundidade!”; Alguém perguntaria: Qual o problema com as pessoas superficiais?; E a minha resposta seria: Porque na superficialidade humana, incentivada de várias formas pelo príncipe deste mundo, torna mais fácil um pecado atrelar-se a alma humana, ou seja, o pecado ganha um sobrenome: Estimação. E temos o que chamo de Pecado de Estimação.
O que é um Pecado de Estimação?
É o pecado amigo; “companheiro mais certo nas horas incertas”; o seu maior inimigo, mas o seu bem mais amado. Pecado de Estimação é aquele que fere os olhos de Deus, compromete a sua vida, seus sonhos, suas metas, no entanto, é – quase – impossível se desfazer dele.
- “Mas, não é bem assim!” – Dirão os mais Santões.
E, em partes, é verdade! Pois, quando o descobrimos e analisamos os seus efeitos destrutivos, colocamo-nos batalha frontal contra o nosso amado pecadinho! E então, confiando nas nossas super forças de super crentes, oramos, determinamos, amarramos, lutamos, choramos e... prometemos nunca mais cometer tais pecados... até que, notamos que a luta foi vã e nos descobrimos outra vez em falência moral.
Por quê? – Perguntarão os espirituais.
Porque somente Deus trabalha do lado de dentro!
E qual o nosso papel nesta batalha? – Mais uma pergunta inteligente.
Nosso papel é nos fortalecer na força do poder de Deus.
E por isso, dentro do tema: Cinco Votos para Obter Poder Espiritual; apresento com detalhes o primeiro voto: Combata Seriamente o Pecado. E, destaco quatro práticas importantes neste combate:
1. Oração (I Ts 5.17);
2. Jejum (Mt 6.16-18);
3. Estudo (II Tm 3.16);
4. Amigos (Mt 26.36-38).

Bom estudo... e boa batalha, pois lembrando: Estamos em guerra!

Em Cristo,
Pr Kiko Machado

Nenhum comentário: