terça-feira, 4 de dezembro de 2007

JEJUM, (COMO) FAZER OU NÃO FAZER?

Não poucas pessoas têm me questionado acerca do jejum, questões do tipo:
- “Sou diabético, não posso ficar sem me alimentar por muito tempo!”;
- “Estou grávida, não serei abençoada?”
- “Trabalho 12 hs por dia, e não posso ficar sem me alimentar!”
;
Em outros tempos, diria que essas pessoas deveriam rever sua fé e crenças, tomar a cruz e seguir a Jesus a qualquer custo... bem fundamentalista e radical. Graças à graça de Deus não falo mais assim, pois caso contrário, acredito que já estaria mandando pessoas se envolverem em bombas artesanais e se explodirem em uma parada gay!

Hoje, no aqui e agora, procuro plantar para o ali e além; aprendi – graças a graça – que o Senhor não tem tanto prazer em sacrifícios, holocaustos, jejuns de 200 dias, louvores de 72 horas... e sim que se obedeça com amor a Sua Palavra!
E como o assunto é jejum, um aparente sacrifício, dedico algumas linhas para tentar esclarecer os mistérios de Deus por trás deste; procuro esclarecer o que Deus realmente espera de nós quando nos pede “jejum e oração”.

Is 58.6-7 (Leitura obrigatória)
O jejum que desejo não é este: soltar as correntes da injustiça, desatar as cordas do jugo, pôr em liberdade os oprimidos e romper todo jugo? Não é partilhar sua comida com o faminto, abrigar o pobre desamparado, vestir o nu que você encontrou, e não recusar ajuda ao próximo?”

Com base neste texto e no coração do nosso eterno Deus, gostaria de tatuar em mim, lançar outdoors e pregar cartazes em portas de igrejas com a seguinte solicitação:

Precisa-se urgentemente de homens e mulheres que sejam...:
1. Mais Justos.
- Homens e Mulheres que consigam dar, e se dar mais, sem esperar ‘tapinhas’ e palavras apreciativas.
2. Mais Graciosos.
- Mais graciosos é o mesmo que menos legalistas. Pessoas que experimentem o perdão pelo poste no olho, e o retirem; para então – e só então – ajudarem os cisco dos outros.
3. Libertadores.
- Homens e mulheres que criem regras para viverem ensimesmados e por se auto-estudarem, mas que não façam das suas prisões, prisões coletivas para quem não precisa.
4. Menos Pesados.
- Pessoas menos pesadas, são pessoas mais leves. Promotoras de alegria, sorrisos despretensiosos; promotoras de boas novas; reconhecedoras de talentos; no lugar de ser um negativo presente.
5. Mais Generosos.
- Homens que compartilhem seus alimentos... alimentos, não sobras! Mulheres que abram suas casas para que outros possam desfrutar de seus dotes culinários (Dica: Comece pelo seu pastor ou por escritor de texto!).
6. Mais Solidários.
- Temo que Solidariedade seja uma palavra usada em sermões e campanhas católicas. Solidariedade é algo que pulsa no coração de Deus, portanto, abra aquele roupeiro atopetado de boas – e não usadas com freqüências – roupas e compartilhe.
7. Leitores e praticantes do ponto anterior.
8. Mais ajudantes.

- Ajudantes dos próximos, mesmo quando os próximos não estiverem próximo! O que desejo transmitir é o poder de um telefonema perdoador, de um email apreciativo ou de uma antiquada, ultrapassada, mas insubstituível carta de amor (com selo e tudo!). Ajude alguém a ter um bom natal, um bom reveillon, uma boa e satisfatória refeição...

Desejo encerrar lembrando-lhe a graça de Jesus! Graças a graça!
Entenda definitivamente que o Reino de Deus não é um condomínio fechado e luxuoso, cheio de regras esnobes e impossíveis; pelo contrário, o Reino do Eterno é composto por ajudadores e ajudados; saciados e sedentos; bondosos e receptores.
Faça jejum de coração, faça jejum de liberdade, faça jejum de amor, faça jejum de transformações de vidas... faça de alimento também, mas que esse não seja o único. E seja agraciado com as bençãos dos verdadeiros jejuns:
Texto 2: Vr. 8 e 9 (Leitura obrigatória)
“Aí sim, a sua luz irromperá como a alvorada, e prontamente surgirá a sua cura; a sua retidão irá adiante de você, e a glória do SENHOR estará na sua retaguarda. Aí sim, você clamará ao SENHOR, e ele responderá; você gritará por socorro, e ele dirá: Aqui estou”.
Aí sim...:
- Sua luz iluminará cidades!
- A Glória do Senhor o protegerá!
- O seu clamor será ouvido pelos Ouvidos eternos!
- E a Voz Eterna lhe dirá: “Estou Aqui!”.


Tudo isso, graças a graça!
Bom Jejum!

Kiko Machado.

Nenhum comentário: