terça-feira, 20 de novembro de 2007

GALERA DO MAL

Quem me conhece, sabe que não sou muito fã de críticas a filmes, principalmente de fazê-las! Acredito que nessas críticas existem muito da história de vida do crítico, o que acaba por desabonar filmes dignos de elogios para outras pessoas que não tiveram a mesma história de vida. Apesar disso, quero fazer uma crítica! Quero comentar um filme não pela sua qualidade, fotografia e interpretação, mas por sua realidade.
O filme é um desafio aos pensadores cristãos. Este filme é para você!

Trata-se de Galera do Mal (Saved!). O filme gira em torno de dilemas adolescentes num ambiente escolar altamente religioso, onde a vida de todos é profundamente regida pela “presença” de Deus e seus desígnios. A vilã é a mais crente, enquanto a “mocinha” é a mais “depravada”, pois engravida de um gay, tenta esconder a gravidez, para de ir às reuniões de oração e tudo mais que um “filho das trevas” faz.
No filme vimos muitos crentes em shows gospels, meninas de saia e meninos com seus “fundos de garrafa” (e os incorretos: skatistas, mal arrumados; são retratados como desviados! Como que se “ser cristão” precisa de uma roupagem).
O filme não é de todo uma lição, pois algumas coisas não concordei por ferirem as Escrituras de verdade, todavia nos carrega a uma reflexão importante sobre o que é ser cristão e Ser cristão (não há erro de grafia!). O que temos dito para fazer, e o que temos feito de fato. O que gritamos como santidade e o que vivemos em secreto como pessoas.

O filme nos transporta a lugares importantes do pensar, pois não são poucas as vidas que tem adentrado nossas igrejas e ido embora “sem graça”! Os mais ortodoxos dirão que igreja não é para se “ter graça”! E eu respondo com uma pergunta: “É?”
- A igreja, local onde a presença de Deus mais interage com seus filhos, deve ser um lugar de tristeza?!
- A igreja, local do Deus libertador, deve proibir coisas que Ele não proibiu como piercings e tatoos?!
- A igreja, ambiente de cura, deve excomungar aqueles que não andam na linha e por um pecado “grave” de gravidez são considerados doentes?!
- A igreja, ambiente de santificação, deve continuar mentirosa, usurpadora, hipócrita e inibidora de pensadores?!

Para onde estamos indo?
Para a Galera do Mal!
Os santões são os piores demônios! Os proibidores são os mais libertinos em seus corações! Os fariseus e doutores de Bíblia – e de Deus – são os primeiros a pegarem as pedras.

Pensadores, vocês que chegaram até este último parágrafo sem quererem me queimar em fogueiras inquisitórias preparadas para hereges, levantem-se! Acordem! Pensem!
Precisamos urgentemente de pensadores, destemidos, reformuladores... homens e mulheres olhando para cruz; homens e mulheres que entendam a seriedade da Santidade Divina – a qual verá a Deus. Precisamos desesperadamente de santos verdadeiros. Precisamos loucamente de graciosos. Estamos lotados de ditadores de pecados, denominadores de Demônios e inquisitores de “não pode!”.

E ainda, para reforçá-lo a coragem, lembre-se:
- O Senhor não está interessado em piercings e tatoos, mas sim em um corpo que O honre com palavras e atitudes;
- O Senhor não está interessado no tamanho e cor de seu cabelo, mas no tamanho de sua língua mentirosa e difamadora;
- “O Senhor não está interessado em gorduras de carneiros, mas que se obedeça a sua Palavra”.

Amados, isso não é um levante a uma guerra santa, somente um clamor por homens de Deus que sejam homens de Deus; É apenas um clamor para aqueles que experimentaram a graça de Jesus, passem adiante tal graça e assim salguem e iluminem este mundo da Galera do Mal!

Em Cristo,
Pr Kiko Machado.

Nenhum comentário: