quarta-feira, 3 de outubro de 2007

Ausência de Contexto é o Contexto do Diabo

Mateus capítulo quatro.
Jesus, João e o Jordão, juntos. E mais a assinatura de Deus nos dão um dos quadros mais lindos das Escrituras.
Jesus está cheio de Deus, uma voz rompe os céus para abençoá-lo e consagrá-lo como o grande Eu Sou encarnado.
“Então, Jesus foi levado pelo Espírito ao deserto para ser tentado pelo Diabo”.
E aí, começa uma guerra de argumentos... (o termo “guerra” não é bem aplicado neste contexto, porque estamos falando de Jesus e o Diabo, porém o uso porque se trata de Jesus homem, Jesus como um de nós e assim sendo, todos nós podemos – e passamos – por tais guerras).
Sei que o Diabo é um perito em Bíblia, sei o quanto ele conhece, no entanto, em questão de aplicação ele é terrível. E também em questão de contexto, pior ainda.
Eu explico!

O problema é o seguinte:
Ele diz uma coisa absurda para Jesus, o transformar de pedras em uma padaria. E Jesus responde com um texto bíblico excelente e contextualizado:
“Nem só de pão viverá o homem...” Dt. 8.3.
Deus, em Deuteronômio, está explicando o porquê dos Israelitas terem passado fome:
1. Humilhação;
2. Dependência de Deus;
3. O homem não vive só de comida, mas de Deus.
Primeira lição de Bíblia para Satanás. Pois se este pensa que é bom, não há como comparar como o Autor!

Mas, o Diabo continua com absurdos e manda que se jogue do alto do templo.. “pois está escrito”. O Diabo e sua ousadia. E vale lembrar que este é o único momento em que ele usa um texto bíblico. E muito mal usado.
Na verdade, na verdade, ele não é tão bom assim!
“Ele dará ordens a seus anjos a seu respeito, e com as mãos eles o segurarão, para que você não tropece em alguma pedra”. Sl 91.11,12.
Eis o Diabo querendo lançar a Teologia da Prosperidade!
Eis o Diabo distorcendo um maravilhoso texto, que aconteceu dentro de um contexto.
Eis o Diabo mostrando que não entende muito de interpretação textual de Salmos.
Eis o Diabo esquecendo de que os Salmos são expressões passivas da Palavra de Deus.
Eis o Diabo apresentando a sua falta de informação contextual.

Não pretendo continuar na tentação, pois somente o Diabo mesmo para continuar tentando a Jesus depois desta grande gafe teológica. E somente o bondoso e amoroso Jesus para responder. (E respondeu maravilhosamente bem com mais um texto da Lei e, diga-se de passagem, muito bem aplicado).

Mas, quero me deter em aplicação de texto. Em clamar a cada um leitor para que esteja atento ao que o texto está dizendo. Não diga o que ele – o texto – não está dizendo. A Bíblia é maravilhosa e não precisa da nossa colaboração para ser melhor.
Diga apenas o que ela esta dizendo. Para você não cair no erro do Diabo; pois Ausência de Contexto é o contexto do Diabo.

Quer uma lição do que o texto da Tentação tem para nós?
Não brinque com o Diabo;
Saiba que ele é péssimo de contexto, assim sempre tem um outro texto para nos assegurar da verdade de Deus;
Para usar bem os textos, use-os em seus contextos. Por quê?

Por que...
Ausência de Contexto é o Contexto do Diabo.
Pr Kiko Machado

Nenhum comentário: