quinta-feira, 6 de dezembro de 2007

10 frutos que revelam qualquer um. (R.G.)

1. Você será conhecido pelos blogs que recomenda.
2. Você será conhecido pelos "power-points" que re-encaminha.
3. Você será conhecido pelas abreviações de seus textos - "q foi q vc fez?"
4. Você será conhecido pelas consultas que faz no Google.
5. Você será conhecido pelos "uploads" que já fez no Youtube.
6. Você será conhecido pelos comentários que já postou em algum blog.
7. Você será conhecido pelo seu grau de credulidade na internet.
8. Você será conhecido pelas páginas registradas em seu Temporary Internet Files.
9. Você será conhecido pelas "correntes" que já participou, tipo: "Para receber a bênção envie este texto para 10 pessoas".
10. Você será conhecido pelos endereços anônimos que criou para encarnar um espírito de porco.

Ricardo Gondim

terça-feira, 4 de dezembro de 2007

JEJUM, (COMO) FAZER OU NÃO FAZER?

Não poucas pessoas têm me questionado acerca do jejum, questões do tipo:
- “Sou diabético, não posso ficar sem me alimentar por muito tempo!”;
- “Estou grávida, não serei abençoada?”
- “Trabalho 12 hs por dia, e não posso ficar sem me alimentar!”
;
Em outros tempos, diria que essas pessoas deveriam rever sua fé e crenças, tomar a cruz e seguir a Jesus a qualquer custo... bem fundamentalista e radical. Graças à graça de Deus não falo mais assim, pois caso contrário, acredito que já estaria mandando pessoas se envolverem em bombas artesanais e se explodirem em uma parada gay!

Hoje, no aqui e agora, procuro plantar para o ali e além; aprendi – graças a graça – que o Senhor não tem tanto prazer em sacrifícios, holocaustos, jejuns de 200 dias, louvores de 72 horas... e sim que se obedeça com amor a Sua Palavra!
E como o assunto é jejum, um aparente sacrifício, dedico algumas linhas para tentar esclarecer os mistérios de Deus por trás deste; procuro esclarecer o que Deus realmente espera de nós quando nos pede “jejum e oração”.

Is 58.6-7 (Leitura obrigatória)
O jejum que desejo não é este: soltar as correntes da injustiça, desatar as cordas do jugo, pôr em liberdade os oprimidos e romper todo jugo? Não é partilhar sua comida com o faminto, abrigar o pobre desamparado, vestir o nu que você encontrou, e não recusar ajuda ao próximo?”

Com base neste texto e no coração do nosso eterno Deus, gostaria de tatuar em mim, lançar outdoors e pregar cartazes em portas de igrejas com a seguinte solicitação:

Precisa-se urgentemente de homens e mulheres que sejam...:
1. Mais Justos.
- Homens e Mulheres que consigam dar, e se dar mais, sem esperar ‘tapinhas’ e palavras apreciativas.
2. Mais Graciosos.
- Mais graciosos é o mesmo que menos legalistas. Pessoas que experimentem o perdão pelo poste no olho, e o retirem; para então – e só então – ajudarem os cisco dos outros.
3. Libertadores.
- Homens e mulheres que criem regras para viverem ensimesmados e por se auto-estudarem, mas que não façam das suas prisões, prisões coletivas para quem não precisa.
4. Menos Pesados.
- Pessoas menos pesadas, são pessoas mais leves. Promotoras de alegria, sorrisos despretensiosos; promotoras de boas novas; reconhecedoras de talentos; no lugar de ser um negativo presente.
5. Mais Generosos.
- Homens que compartilhem seus alimentos... alimentos, não sobras! Mulheres que abram suas casas para que outros possam desfrutar de seus dotes culinários (Dica: Comece pelo seu pastor ou por escritor de texto!).
6. Mais Solidários.
- Temo que Solidariedade seja uma palavra usada em sermões e campanhas católicas. Solidariedade é algo que pulsa no coração de Deus, portanto, abra aquele roupeiro atopetado de boas – e não usadas com freqüências – roupas e compartilhe.
7. Leitores e praticantes do ponto anterior.
8. Mais ajudantes.

- Ajudantes dos próximos, mesmo quando os próximos não estiverem próximo! O que desejo transmitir é o poder de um telefonema perdoador, de um email apreciativo ou de uma antiquada, ultrapassada, mas insubstituível carta de amor (com selo e tudo!). Ajude alguém a ter um bom natal, um bom reveillon, uma boa e satisfatória refeição...

Desejo encerrar lembrando-lhe a graça de Jesus! Graças a graça!
Entenda definitivamente que o Reino de Deus não é um condomínio fechado e luxuoso, cheio de regras esnobes e impossíveis; pelo contrário, o Reino do Eterno é composto por ajudadores e ajudados; saciados e sedentos; bondosos e receptores.
Faça jejum de coração, faça jejum de liberdade, faça jejum de amor, faça jejum de transformações de vidas... faça de alimento também, mas que esse não seja o único. E seja agraciado com as bençãos dos verdadeiros jejuns:
Texto 2: Vr. 8 e 9 (Leitura obrigatória)
“Aí sim, a sua luz irromperá como a alvorada, e prontamente surgirá a sua cura; a sua retidão irá adiante de você, e a glória do SENHOR estará na sua retaguarda. Aí sim, você clamará ao SENHOR, e ele responderá; você gritará por socorro, e ele dirá: Aqui estou”.
Aí sim...:
- Sua luz iluminará cidades!
- A Glória do Senhor o protegerá!
- O seu clamor será ouvido pelos Ouvidos eternos!
- E a Voz Eterna lhe dirá: “Estou Aqui!”.


Tudo isso, graças a graça!
Bom Jejum!

Kiko Machado.

sexta-feira, 30 de novembro de 2007

UNÇÃO DO QUERO-QUERER

"Unção é unção quando é unção para demonstrar Deus e Sua unção!"
Complicado a primeira vista, mas em uma ou duas leituras a frase se auto-define e define o texto em questão da Unção do Quero-Querer.

Não quero querer unção para receber ‘parabéns’ exacerbados por mensagens que, às vezes, nem minhas são...
Não quero querer ‘tapinhas’ nas costas de homens que dão as costas para Deus...
Não quero querer elogios que não elogiam a Deus...

Quero querer a unção que pessoas dirão:
Sem dúvida o Senhor está neste lugar, mas eu não sabia... Temível é este lugar! Não é outro, senão a casa de Deus; esta é a porta dos céus” (Gn 28.16,17).
Quero querer a unção de diminuição;
Quero querer a unção de verdadeira transformação dos que pulam e gritam nos cultos, assim como aquelas “geladeiras” com duas pernas;
Quero querer a unção de discernir espíritos;

Neste – e somente neste – momento a unção cumprirá o seu propósito de ser!
Portanto, eu quero querer bem mais de Deus!
Eu quero querer diminuir para Deus quadruplicar em unção através da minha vida!

Mas, para ficar bem claro, eu quero querer!

Em Cristo,
Kiko Machado

terça-feira, 27 de novembro de 2007

CÉTICOS ÀS CÉTICAS

“Para mim, é interessante verificar todos os dias a diferença radical entre Ceticismo e Alegria. Os céticos procuram as trevas aonde quer que ser dirijam. Serpre apontam para perigos iminentes, motivos obsceno e esquemas secretos. Consideram a confiança ingênua, o zelo romântico e o perdão sentimental. Zombam do entusiasmo, ridicularizam o fervor espiritual e desprezam o comportamento carismático. Consideram-se os realistas que vêem a realidade como realmente ela é, e crêem que não são enganados por ‘emoções escapistas’. Mas quando subestimam a alegria de Deus, sua cegueira só leva à maior escuridão.”
Henri J.M. Nouwen
A Volta do Filho Pródigo, pg 127.

Henri Nouwen, nesta obra prima da literatura cristã, está expondo seu pensamento de que correr para os braços de Deus Pai, como o filho pródigo, é “abandonar todas as vozes de ruína e condenação que me levam à depressão e permitir às pequenas alegrias revelar a verdade sobre o mundo que vivo”.
E estes, os que abandonam, são os céticos que superlotam nossas igrejas

Cético: (Releia o texto de Nouwen e de atenção às palavras em negrito)

Algumas perguntas importantes:
- Mas porque – se é tão simples assim – nossas comunidades estão lotadas de tantos céticos que dizem crer em Deus?
- Por que o joio está se reproduzindo tão mais numerosamente que o trigo?
- Por que as pessoas não sorriem nos cultos, mas extrapolam em gargalhadas à frente da Zorra Total?
- Por que os membros não choram com uma música que elogia a Deus, mas se derretem com a final de Paraíso Tropical?
- Por que os homens nunca têm tempo para estar nas reuniões da igreja, mas sempre o tem para comprar a carne, a gelada para assistir a Seleção Brasileira?
- Por que jovens não comemoram com pulos e danças a vitória de Jesus, mas o fazem nos bailes de formatura da vida?
- Por que nós, pregadores, não falamos com mais lágrimas que este povo está no rol de membros da igreja, e ao mesmo tempo, no rol de membros do inferno?

Enfim, porque um texto composto de perguntas?
Porque o meu coração está como o de Deus: Cético às pessoas Céticas!

Is 46.8,9; 48.1

Em Cristo,
Pr Kiko Machado

terça-feira, 20 de novembro de 2007

GALERA DO MAL

Quem me conhece, sabe que não sou muito fã de críticas a filmes, principalmente de fazê-las! Acredito que nessas críticas existem muito da história de vida do crítico, o que acaba por desabonar filmes dignos de elogios para outras pessoas que não tiveram a mesma história de vida. Apesar disso, quero fazer uma crítica! Quero comentar um filme não pela sua qualidade, fotografia e interpretação, mas por sua realidade.
O filme é um desafio aos pensadores cristãos. Este filme é para você!

Trata-se de Galera do Mal (Saved!). O filme gira em torno de dilemas adolescentes num ambiente escolar altamente religioso, onde a vida de todos é profundamente regida pela “presença” de Deus e seus desígnios. A vilã é a mais crente, enquanto a “mocinha” é a mais “depravada”, pois engravida de um gay, tenta esconder a gravidez, para de ir às reuniões de oração e tudo mais que um “filho das trevas” faz.
No filme vimos muitos crentes em shows gospels, meninas de saia e meninos com seus “fundos de garrafa” (e os incorretos: skatistas, mal arrumados; são retratados como desviados! Como que se “ser cristão” precisa de uma roupagem).
O filme não é de todo uma lição, pois algumas coisas não concordei por ferirem as Escrituras de verdade, todavia nos carrega a uma reflexão importante sobre o que é ser cristão e Ser cristão (não há erro de grafia!). O que temos dito para fazer, e o que temos feito de fato. O que gritamos como santidade e o que vivemos em secreto como pessoas.

O filme nos transporta a lugares importantes do pensar, pois não são poucas as vidas que tem adentrado nossas igrejas e ido embora “sem graça”! Os mais ortodoxos dirão que igreja não é para se “ter graça”! E eu respondo com uma pergunta: “É?”
- A igreja, local onde a presença de Deus mais interage com seus filhos, deve ser um lugar de tristeza?!
- A igreja, local do Deus libertador, deve proibir coisas que Ele não proibiu como piercings e tatoos?!
- A igreja, ambiente de cura, deve excomungar aqueles que não andam na linha e por um pecado “grave” de gravidez são considerados doentes?!
- A igreja, ambiente de santificação, deve continuar mentirosa, usurpadora, hipócrita e inibidora de pensadores?!

Para onde estamos indo?
Para a Galera do Mal!
Os santões são os piores demônios! Os proibidores são os mais libertinos em seus corações! Os fariseus e doutores de Bíblia – e de Deus – são os primeiros a pegarem as pedras.

Pensadores, vocês que chegaram até este último parágrafo sem quererem me queimar em fogueiras inquisitórias preparadas para hereges, levantem-se! Acordem! Pensem!
Precisamos urgentemente de pensadores, destemidos, reformuladores... homens e mulheres olhando para cruz; homens e mulheres que entendam a seriedade da Santidade Divina – a qual verá a Deus. Precisamos desesperadamente de santos verdadeiros. Precisamos loucamente de graciosos. Estamos lotados de ditadores de pecados, denominadores de Demônios e inquisitores de “não pode!”.

E ainda, para reforçá-lo a coragem, lembre-se:
- O Senhor não está interessado em piercings e tatoos, mas sim em um corpo que O honre com palavras e atitudes;
- O Senhor não está interessado no tamanho e cor de seu cabelo, mas no tamanho de sua língua mentirosa e difamadora;
- “O Senhor não está interessado em gorduras de carneiros, mas que se obedeça a sua Palavra”.

Amados, isso não é um levante a uma guerra santa, somente um clamor por homens de Deus que sejam homens de Deus; É apenas um clamor para aqueles que experimentaram a graça de Jesus, passem adiante tal graça e assim salguem e iluminem este mundo da Galera do Mal!

Em Cristo,
Pr Kiko Machado.

terça-feira, 13 de novembro de 2007

Lições Que Ninguém Aprende

Gostaria de levantar uma reflexão a respeito de um dos eventos mais enigmáticos e chocantes do século XX, e faço isso, porque neste Domingo, dia 18, completa-se 29 anos do acontecido que deixou o mundo perplexo. E espero que possamos aprender com o passado para não sofrermos no futuro.

Em Jonestown, na Guiana, um (auto-nomeado) pastor, sem usar de coerção e ou lavagem cerebral, produziu uma insanidade coletiva, 913 pessoas ingeriram suco de laranja com cianeto! Isso aconteceu no dia 18 de Novembro de 1978. Sobreviventes contam que as mães metiam o veneno na boca das crianças enquanto as famílias esperavam serenamente pelo desenlace.
Conta-se também que após beberem o veneno, houve um silêncio de morte, e então se iniciou gritos horríveis como se o inferno tivesse aberto suas portas, e dentro de alguns minutos de muita lamúria, dor e sofrimento, o silêncio mortal voltou a tomar conta do lugar, agora em definitivo.
Jim Jones, pastor da igreja Templo dos Povos, foi o responsável pelo suicídio de 913 seguidores, entre eles 275 crianças e 12 bebês. Jim Jones.

Por quê?!
- Porque o Diabo veio para roubar, matar e destruir; e não estamos atentos a um monte de bobagens que se tem dito por aí. Cremos infantilmente que igrejas lotadas representam alguma coisa para Deus... mesmo que essa igreja não abra suas portas para prostitutas, homossexuais, ricos ou pobres;
- Porque continuamos olhando para a aparência e não atentando para o coração. Somos seduzidos por discursos que nos deixam felizes, e recusamos as palavras de aconselhamento que nos causam tristezas;
- Porque somos seres que não aprendemos com a história de jeito nenhum, e ainda acreditamos que uma rosa ungida tem poder, que um pouco de água do Jordão cura e que um simples e pecador homem pode se intitular semi-deus.

Essa tragédia aconteceu porque aquelas pessoas não olharam para a Bíblia, não retiveram o que é bom, não procuraram conselhos, não pesaram atitudes.
Essa catástrofe aconteceu porque aquelas pessoas estavam tão encantadas com os ensinos de Jim Jones que foram com ele até a morte.
Essa catástrofe aconteceu para que pudéssemos entender algumas coisas de humanidade, por exemplo: sei que este texto é descartável, e que muitas pessoas vão lê-lo e seguir em suas cegueiras; também sei que quando o Anticristo chegar muitos que leram textos como estes estarão salivando na frente de TV enquanto ele “reúne” os povos a uma só língua e uma só moeda.

Encerro este texto na esperança de levantar pensadores e sonhadores, citando George Santayana, filósofo espanhol:
“Aqueles que não aprendem com a história estão condenados a repeti-la”.

Em Cristo,
Pr Kiko Machado.
www.pensamentosalados.blogspot.com

sexta-feira, 9 de novembro de 2007

Jubasinos e a Diferença da Intimidade

Encontro da Jubasinos = Um encontro especial.
Com certeza um dos melhores congressos que já participei e palestrei.
Elogios de sobra para toda a equipe organizadora.
Um abraço especial ao Marcelo e Roberta Trindade que acolheram a mim, a Florzinha e o Rafa (um elemento muito importante para o sucesso do evento).

O Tema do Congresso era sobre Intimidade como Diferença na vida dos salvos em Jesus. Desta forma, as ministrações giraram em torno não somente de pontinhos esquecíveis de como ser íntimos, mas Deus nos levou mais fundo, Deus nos levou a bases, aos alicerces. E para isso, iniciamos falando da importância de estar certo da Salvação em Cristo, ou seja, muito mais do que um levantar a mão após um apelo, mas viver como um portador do pedaço do céu em seu interior.
À noite, falamos sobre a nossa diferença ser Prática. Ter intimidade com Deus diferencial é ter prática. Menos papo-furado e mais prática.
Após uma noite excelente de sono, partimos para terceira ministração... um pregação “Automotiva do Fogo Sagrado” (somente quem esteve lembrará!). E enfatizamos que diferencial de intimidade está na Atenção ao Coração.
E por último, já com saudade do agito, dos sorrisos e das lágrimas, Deus reservou o melhor para o final: O diferencial do amigo! A importância de parcerias. E aí, foi demais!

E assim, no meio de muita gente bonita, divertida e crente, passamos como que no céu, e a tudo isso sou grato a Deus.

Valeu e até a próxima.

Pr Kiko Machado.

OLHOS INQUISITÓRIOS

Três textos importantes:
1. “Então os fariseus saíram e começaram a conspirar com os herodianos contra Jesus, sobre como poderiam matá-lo”. Mc 3.6.
2. “Os chefes dos sacerdotes e os mestres da lei ouviram essas palavras e começaram a procurar uma forma de matá-lo, pois o temiam, visto que toda a multidão estava maravilhada com o seu ensino”. Mc 11.18.
3. “Irmãos, enquanto estamos preocupados com piercings e tatuagens, uma enormidade de jovens e adolescentes sem estas ‘marcas’, dentro da igreja, estão indo para o inferno. Não atentemos tanto para esses sem nos preocuparmos com as almas desses, preocupemos-nos em ter – e ser – jovens santos e comprometidos”. (Pr Kiko Machado)

Esta última foi uma colocação feita em um dos congressos no qual eu pregava, e ao término dela conheci os olhos farisaicos, os olhos medievais, os Olhos Inquisitórios.
Um irmão – não, um líder – me chamou e disse coisas horríveis, caluniosas, difamatórias e inquisitórias por causa dessa colocação. Alguns dias depois, em um outro congresso, o pastor daqueles olhos inquisitórios me conheceu e, sem palavras, explicou-me a razão de ser de seu liderado. Ao sermos apresentados, ele disse:
- “Você é o ‘tal’ pastor Kiko?!”.
Sabe o que havia em sua face?
Dois olhos... dois olhos que pareciam que iam me engolir; dois olhos que pareciam dissecar a minha alma; dois olhos exterminadores.
Tudo porque estou mais interessado em almas vivas, do que em piercings e tatoos.

Em contrapartida, fico feliz porque Jesus também sofreu debaixo destes olhos, olhos da ignorância, da cegueira, do não-avivamento... e mesmo assim, ele preferiu suportá-los.
No primeiro texto – Mc 3.6 – Jesus estava sob ameaça de morte pelo fato de ter curado um homem com mão atrofiada... no Sábado!
No segundo texto – Mc 11.18 – Jesus derrubou mesas e cadeiras do Templo, porque o que era para ser uma casa de oração era um amontoado de raposas diabólicas!
Eu estou longe de ser igual a Jesus; mas os Olhos dos Fariseus são os mesmos!

Em um desses dias, ao visitar meus pais, minha irmã (Ariane Machado) falou o quanto admira meus textos.
Admirar!”. Creio ser a antítese aos olhos inquisitórios.
Admirar!”. Parente próximo de elogiar.
Admirar!”. Ato visto na face de Jesus enquanto sofria sob olhos inquisitórios.

Um reconhecimento faz um bem as almas; enquanto os olhos inquisitórios as matam!
Assim, meu amigo leitor, pegue o telefone e “admire” alguém!
Corra até sua esposa e reconheça algo de importante nela!
Mãe, leia mais duas frases do texto e procure seu filho para abraçá-lo!
Filhos, diga a seus pais que eles são os melhores.
Faça isso, hoje ainda, agora se possível, pois os olhos inquisitórios-caluniadores-difamatórios-farisaicos estão em muitos lugares e eles podem matar! Já mataram gente importante... já mataram nosso Deus!

Pr Kiko Machado.

quinta-feira, 25 de outubro de 2007

JACK O' LANTERN

Espero que você não tenha na entrada da sua casa uma abóbora oca, com uma careta desenhada nela e uma vela dentro!
- Se você não tem, este texto é para você!
- Se você tem, este texto é ainda mais para você!
Permitam-me apresentar o Jack O’ Lantern, a abóbora com uma vela dentro. Trata-se de uma lenda irlandesa a cerca de um homem que morreu e não foi aceito no céu, e rejeitado do inferno. Condenado a vagar na escuridão, pediu a Satanás que acendesse brasas para iluminar seu caminho, e recebeu um pedaço de carvão. Para proteger a luz, Jack o pôs dentro de um nabo. Ao chegar aos EUA, os irlandeses encontraram poucos nabos, mas muitas abóboras, daí a troca.
- E daí?!
- O problema é que este é um dos principais adereços ao Dia das Bruxas!
- E daí?!
- O problema é que o dia das Bruxas é dia 31 de Outubro!
- E daí?!
- No dia 31 de Outubro de 1517, o mundo conhecia as 95 teses do monge alemão Martinho Lutero, cravadas no castelo de Wittenberg, determinado a provocar um debate público sobre a situação hipócrita em que se encontrava a religião na Idade Média.
- E daí?!
- Daí, caríssimo leitor, que devemos estar atentos para que datas realmente importantes para o cristianismo não estejam sendo abafadas pelas datas do Diabo;
- Daí, que não adianta estarmos no rol de membros de uma igreja e no rol de membros do Inferno;
- Daí, que precisamos de uma nova reforma, uma reforma de Humildade, Súplica e Rendição;
- Daí, que os convoco a Jejum e Oração nesta Quarta-feira, dia 31 de Outubro, para que juntos clamemos por uma reforma espiritual em nossas vidas.
E assim, e somente assim, vençamos os “E, daís?!” do inferno!

E, finalmente, Feliz Dia da Reforma Protestante!

Pr Kiko Machado

quarta-feira, 17 de outubro de 2007

Farisaísmo em três lições

Este texto é para você que sempre sonhou em ser um fariseu ou um mestre da lei.
Quero lhe ensinar a como ser um deles, pois tenho visto tantos por aí, que ficou fácil imitá-los.

Mt 23.1-7:
1 Então, Jesus disse à multidão e aos seus discípulos:
2 "Os mestres da lei e os fariseus se assentam na cadeira de Moisés. 3 Obedeçam-lhes e façam tudo o que eles lhes dizem. Mas não façam o que eles fazem, pois não praticam o que pregam. 4 Eles atam fardos pesados e os colocam sobre os ombros dos homens, mas eles mesmos não estão dispostos a levantar um só dedo para movê-los.
5 "Tudo o que fazem é para serem vistos pelos homens. Eles fazem seus filactérios bem largos e as franjas de suas vestes bem longas; 6 gostam do lugar de honra nos banquetes e dos assentos mais importantes nas sinagogas, 7 de serem saudados nas praças e de serem chamados 'rabis'.

1º. Não faça o que falo e faça o que eu faço! (vr. 3)
Para ser um bom fariseu você deve falar muito e praticar muito pouco. Esta regra é muito importante.
Os fariseus estão sempre prontos para falarem o que devemos fazer e como fazer, mas suas vidas são um amontoado de nadas. Portanto, para ingressa nos corredores do farisaísmo tome bastante cuidado de fazer o que se tem para fazer e de falar o que deve ser feito.

2º. Não se mova! (vr. 4b)
Pare com essa bondade absurda, um bom fariseu permanece na posição de inerte o máximo de tempo que conseguir. Esse coração de bondade, mansidão e solidariedade é coisa do passado, não funciona em nossas empresas... ou você quer perder o emprego dos sonhos para ser um bom funcionário para o chefe corrupto?! Seus colegas estarão de olho! Lembre-se que Deus não vai por comida na sua mesa, nem gasolina em seu carro!
Um bom fariseu participa... visualmente.
Um bom fariseu participa... com mãos limpas.
Um bom fariseu participa... de corpo presente, mente ausente.

3º. Luz, Câmera, Ação! (vr. 5)
Falamos por enquanto em “não fazer” e “não se mover”, mas a terceira lição é muito importante, é como uma grande exceção: Não esqueça os holofotes! Não esqueça as câmeras! Não esqueça do auto-marketing, ele é valioso em nossos dias.
Chame a atenção!
“Quem não é visto não é lembrado!”
Lembre-se que ternos e sapatos fazem uma grande diferença onde você sentará!
Não esqueça também dos tapinhas nas costas das grandes autoridades!
E, por favor, não esqueça daqueles elogios às pessoas detestáveis, ninguém é um bom fariseu sendo sincero e confrontando pessoas.

Aí, estão três lições rápidas, fáceis e muito vistas em nossos dias para ser um bom fariseu. Espero que faça bom uso!

Um pequeno detalhe é que esse “tal” Jesus, o que se diz Messias, vai lhe dirigir a você assim:
“Ai de vocês, mestres da lei e fariseus hipócritas!” (Oito vezes no capítulo 23).

Mas também, a esta altura do campeonato quem está preocupado com o que um morador de Nazaré, filho de um carpinteiro, diz ou deixa de dizer, não é?!

terça-feira, 9 de outubro de 2007

O Poder dos Incrédulos

Mt 13.53-58
53 Tendo terminado de contar essas parábolas, Jesus saiu dali. 54 Chegando à sua cidade, começou a ensinar o povo na sinagoga. Todos ficaram admirados e perguntavam: "De onde lhe vêm esta sabedoria e estes poderes miraculosos? 55 Não é este o filho do carpinteiro? O nome de sua mãe não é Maria, e não são seus irmãos Tiago, José, Simão e Judas? 56 Não estão conosco todas as suas irmãs? De onde, pois, ele obteve todas essas coisas?" 57 E ficavam escandalizados por causa dele. Mas Jesus lhes disse: "Só em sua própria terra e em sua própria casa é que um profeta não tem honra". 58 E não realizou muitos milagres ali, por causa da incredulidade deles.

Sou do tempo de acreditar em maravilhas dos céus!
Sou velho!
Sou um velho jovem com esperança de ver o invisível!

Ultimamente, tenho me deparado com o questionamento sobre o que está além do natural, sobre aquilo que não podemos ver, sobre aquilo que tem se visto nos lugares onde Cristo é profundamente amado.
Conversando com meu pastor mentor outro dia, ele dizia que os milagres estão acontecendo, paralíticos têm andado, cegos visto e surdos ouvido... até mesmo os que já partiram tem sentido novamente o fôlego em seus pulmões. E então, minha pergunta angustiada e desejosa por resposta foi...:
- “Onde?! Quando?! Como?!”.
E a resposta não era a que esperava:
- “Nos lugares aonde as câmeras, fotógrafos e telejornais não chegam”...
- “Os milagres têm acontecido lá no interior da África, nas igrejas subterrâneas, nos lugares secretos”.
A pergunta óbvia era – e foi:
- “Por quê? Qual a diferença?”.
- “Porque o amor é sobrenatural!”.

Amor!
Acredito que incredulidade é contrário ao amor e amigo do orgulho.
Creio que amor é a fonte do poder.
E também creio que pouco amor, muita incredulidade é igual ausência do sobrenatural de Deus.

Assim, enquanto ficarmos admitindo pessoas que falam amar a Deus, mas fazem coisas contrárias a sua voz, também continuaremos admitindo – sem falar – que não queremos de fato, os milagres de Jesus!
Enquanto, aceitarmos que não podemos “fazer” as pessoas adorarem, continuaremos dizendo – sem palavras – que somos incrédulos, e no meio da incredulidade Deus não age.
Creio que Deus procura adoradores e não expectadores!
Creio que Deus procura sinceros e não observadores!
Creio que Deus procura lugares para agir sobrenaturalmente e não lugares de shows humanos.

Creio no poder de Deus e no poder dos incrédulos.
O poder de não deixar acontecer!

Pr Kiko Machado.

quinta-feira, 4 de outubro de 2007

O Milagre da Humildade

- “Quantos aqui estão com um caroço?”
- “Sinto pessoas neste local com uma forte dor de cabeça, quem é?”
- “Quantos estão com uma dor no dedo, levante a mão?”

Os milagres de Jesus descritos pelo apóstolo Mateus nos capítulos 8 e 9 são um pouco (para não dizer muito) diferente do que vimos em nossos dias. E, em especial para mim, são tão interessantes e desejados que sempre me chamam a atenção quando passo por eles. Mas, hoje, resolvi registrar alguns pensamentos e dúvidas, na súplica de que eu ainda possa ver milagres divinos, milagres de verdade, milagres humildes.

Foram 11 milagres que segundo meus cálculos teológicos aconteceram em dois dias!
Milagres, milagres mesmo!
Vamos a eles:
1. (8.1): Um Leproso;
2. (8.5): Um Paralítico;
3. (8.14): Uma Febre;
4. (8.16): Exorcismo e Curas;
5. (8.27): Natureza;
6. (8.28): Dois endomoniados gadarenos;
7. (9.2): Um paralítico;
8. (9.18): Uma ressurreição;
9. (9.20): Um fluxo de sangue;
10. (9.27): Dois cegos;
11. ( 9.32): Um mudo.

Cansei de explicações tradicionais!
Cansei dos mesmos que nunca viram um milagre de verdade, dizer que isso foi contextual e que não pode acontecer mais!
Cansei também de caroços inexistentes desaparecerem; e dores de cabeça saírem, assim como dores no dedo.
Eu quero ver milagres mesmo!

Eu quero ver o poder do Espírito Santo acontecer de forma que os paralíticos carreguem suas cadeiras enquanto tentam fechar suas bocas de felicidade;
Eu quero ver o cego ver;
Eu quero falar com o surdo;
Eu quero escutar o mudo.

Quem não quer?... Ou existe alguém ainda com esperança de ver e experimentar alguma coisa?! Será que não vivemos uma geração descrente no poder sobrenatural de Deus?! Será?!
Será que não estamos tão cheios de nós mesmo que não conseguiríamos ver milagres físicos?! Ou pelo menos pensar que eles podem acontecer?! Será?!
Pois, não conseguimos ver os milagres das conversões! Se tão poucos tem visto estes milagres como os maiores que podem existir! Como poderão querer ver os outros?!

Mas, eu quero! E acredito que tantos outros querem!
E porque quero?

Pelo que pode acontecer...:
- 8.9: “Vendo isso, a multidão ficou cheia de temor e glorificou a Deus, que dera tal autoridade aos homens”.
- 8.26: “A notícia deste acontecimento espalhou-se por toda aquela região”.
- 8.33: “Nunca se viu nada parecido em Israel”.

Tenho crido e pregado muito sobre um tema importantíssimo para a fé cristã: Humildade.
Não estou dizendo que esta é a chave dos milagres, estou reproduzindo o que me chamou atenção em meio a tantos milagres em dois capítulos:
- O leproso disse: “Se quiseres...” – Humildade;
- O centurião disse: “Senhor, não mereço receber-te debaixo do meu teto. Mas dize uma palavra, e o meu servo será curado” – Humildade;
- Os homens que trouxeram o paralítico – Humildade;
- Mulher com fluxo: “Se eu tão-somente tocar em seu mando, serei curada” – Humildade;
- Os cegos: “Filho de Davi, tem misericórdia de nós!”. – Humildade;

Acredito, como já disse, que a famosa, estudada e orgulhosa Humildade não é a chave do grande segredo, mas que compõe a chave, compõe!
Assim, procurarei ser cada vez mais humilde na presença de meu Deus, para que Ele me use para ser famoso. (Leia bem, caro leitor: Para Ele – Deus – ser famoso!).
Pois é exatamente isso que acredito acontecer contra os milagres: Homens normais querendo ter poderes divinos, por conseqüência, homens normais sendo famosos!

Portanto, sei que para ser humilde em nossos dias é quase um milagre. Por isso, início a minha oração pelo milagre da humildade.

Em Cristo,
Pr Kiko Machado.

quarta-feira, 3 de outubro de 2007

Ausência de Contexto é o Contexto do Diabo

Mateus capítulo quatro.
Jesus, João e o Jordão, juntos. E mais a assinatura de Deus nos dão um dos quadros mais lindos das Escrituras.
Jesus está cheio de Deus, uma voz rompe os céus para abençoá-lo e consagrá-lo como o grande Eu Sou encarnado.
“Então, Jesus foi levado pelo Espírito ao deserto para ser tentado pelo Diabo”.
E aí, começa uma guerra de argumentos... (o termo “guerra” não é bem aplicado neste contexto, porque estamos falando de Jesus e o Diabo, porém o uso porque se trata de Jesus homem, Jesus como um de nós e assim sendo, todos nós podemos – e passamos – por tais guerras).
Sei que o Diabo é um perito em Bíblia, sei o quanto ele conhece, no entanto, em questão de aplicação ele é terrível. E também em questão de contexto, pior ainda.
Eu explico!

O problema é o seguinte:
Ele diz uma coisa absurda para Jesus, o transformar de pedras em uma padaria. E Jesus responde com um texto bíblico excelente e contextualizado:
“Nem só de pão viverá o homem...” Dt. 8.3.
Deus, em Deuteronômio, está explicando o porquê dos Israelitas terem passado fome:
1. Humilhação;
2. Dependência de Deus;
3. O homem não vive só de comida, mas de Deus.
Primeira lição de Bíblia para Satanás. Pois se este pensa que é bom, não há como comparar como o Autor!

Mas, o Diabo continua com absurdos e manda que se jogue do alto do templo.. “pois está escrito”. O Diabo e sua ousadia. E vale lembrar que este é o único momento em que ele usa um texto bíblico. E muito mal usado.
Na verdade, na verdade, ele não é tão bom assim!
“Ele dará ordens a seus anjos a seu respeito, e com as mãos eles o segurarão, para que você não tropece em alguma pedra”. Sl 91.11,12.
Eis o Diabo querendo lançar a Teologia da Prosperidade!
Eis o Diabo distorcendo um maravilhoso texto, que aconteceu dentro de um contexto.
Eis o Diabo mostrando que não entende muito de interpretação textual de Salmos.
Eis o Diabo esquecendo de que os Salmos são expressões passivas da Palavra de Deus.
Eis o Diabo apresentando a sua falta de informação contextual.

Não pretendo continuar na tentação, pois somente o Diabo mesmo para continuar tentando a Jesus depois desta grande gafe teológica. E somente o bondoso e amoroso Jesus para responder. (E respondeu maravilhosamente bem com mais um texto da Lei e, diga-se de passagem, muito bem aplicado).

Mas, quero me deter em aplicação de texto. Em clamar a cada um leitor para que esteja atento ao que o texto está dizendo. Não diga o que ele – o texto – não está dizendo. A Bíblia é maravilhosa e não precisa da nossa colaboração para ser melhor.
Diga apenas o que ela esta dizendo. Para você não cair no erro do Diabo; pois Ausência de Contexto é o contexto do Diabo.

Quer uma lição do que o texto da Tentação tem para nós?
Não brinque com o Diabo;
Saiba que ele é péssimo de contexto, assim sempre tem um outro texto para nos assegurar da verdade de Deus;
Para usar bem os textos, use-os em seus contextos. Por quê?

Por que...
Ausência de Contexto é o Contexto do Diabo.
Pr Kiko Machado

terça-feira, 22 de maio de 2007

“Acharam os Restos Mortais de Jesus”

A história é a seguinte:
- Em Março deste ano, o jornal Zero Hora apresentou e fortificou o comercial de um documentário que foi assistido pelo Brasil do dia 18 de Março na Discolvery Channel, sobre a descoberta da Tumba de Jesus e sua família.
Mais detalhadamente o assunto é o seguinte:
- Em 1980, em Talpiot, um bairro de Jerusalém, foram encontrados 10 caixões – ou repositórios de ossos – e 3 crânios.
- Seis deles tinham inscrições traduzidos como os nomes dos integrantes da família de Jesus, incluindo sua suposta esposa: Maria Madalena; e seu suposto filho: Judá.
- Essa história foi esquecida há muito tempo, porém “Alguém” ressuscitou-a, assim como foi ao Código da Vinci (Dan Brown) e o Evangelho de São Tomé, onde afirma que Judas foi único fiel a Jesus.

Em meio a tudo isso, penso no “Alguém”... penso “Naquele” que tem um Rebelde passado; um Bom Presente, e um desgraçado Futuro!
Medito na Serpente e na sua astúcia e inteligência em enganar!
Eu não me calo e o denuncio para que ele seja envergonhado e você abençoado por Deus!

Texto: Gn 3.1-7

a. A Serpente

Um teólogo afirma que o ato da Serpente não foi proporcionar ao homem uma “queda para baixo”... Ele diz que o homem foi criado como um bicho, sem consciência humana, sem inteligência... e ao comer ele adquire consciência, e o que acontece é uma “queda para cima”! Ou seja, um evoluir do homem.
Isto até que é interessante, belo e romântico, mas não condiz com as verdades bíblicas ao longo da história.
Porém, o Diabo não parece ser o falsificador, acusador e mentiroso que de fato é!
O que acontece no Éden de fato é:
a. Origem da Serpente
- Lúcifer criou o Diabo; Deus criou Lúcifer.
Comentário: O quanto é difícil crer no Diabo hj em dia!
C.S.Lewis: “Eu não creio em Diabo, eu creio em Diabos!”.
Texto: Ap 12.1-9
- A Mulher: Israel;
- O Dragão Vermelho: Diabo;
- Deserto: Fuga e dispersão da comunidade messiânica;
- Seu Filho: Cumprimento da promessa;
- Guerra nos céus: Não reedição do drama de Jò (comentários).
Moral: Quando JC pagou o preço, Deus deu um sinal de cabeça para Miguel e mandou correr com todos os rebeldes do céu. Portanto, pare de temer tanto o Diabo... pare de temer desafia-lo... pare de pensar em levar susto dele... eu não teria porque querer sua Inimizade!!! Ao contrário... ele quer você feliz se entupindo de drogas! Ele te quer longe daqui nos braços das prostitutas! Não o tema, Combata-o!

b. O Contato com a Serpente.
1. Questiona – 2. Nega – 3. Distorce.

1. Questiona: (3.1a)
- Foi isso mesmo que Deus disse?... Será?!
- Não podemos... Mentir em hipótese alguma! ... Será?! (...) Roubar...! Será?! (...) “Ficar”...! Será?! (...) Transar antes do casamento...! Será?!.
- O Diabo está sempre nos induzindo ao questionamento da Bíblia e das suas verdades! O Diabo quer que questionemos aquilo que já é verdade absoluta.
Por isso que ele quer qe você acredite que: “Acharam os restos mortais de Jesus”...
Ele quer ouvir os críticos: “Aé?!... Preciso ver esse documentário... eu achava mesmo estranho essa história... será que está chegando a minha liberdade?!”.

2. Distorce: (3.1b)
- “Vcs não podem comer de NENHUM fruto do Jardim”.
- Quando na verdade Deus disse: “Comam de tudo, menos o fruto da arvore que está no meio do Jardim, o fruto do conhecimento do bem e do mal” (3.3).
Ilustração: Saiba que o Diabo sempre usa assim as tentações... sempre nos faz pensar que não há outra saída... e deixem-me dar uma dica: “Sempre há outra saída! Sempre há outro fruto!”.
Há sempre uma luz no fim do túnel, e não ouça o Diabo dizer que é um trem vindo!

3. Nega: (3.4) “Certamente, não morrerão!”.
- “Deus está blefando!”; “Deus está equivocado!”;
- O Diabo tem por função colocar em xeque o caráter de Deus!
-Por isso, ele é considerado mentiroso desde o princípio e é por isso que há dois milênios ele planejou o enterro de alguém com estes nomes... mesmo que saibamos que eram extremamente comuns... e que muitos pais passaram a por esses nomes em seus filhos por causa do Mártir Jesus e sua família.

Pare de dar conversa a Serpente, pois ela só questiona, distorce e nega a Palavra de Deus!

c. O Resultado e Alvo.
- Depois de comer se esconde! Depois de pecar descobre que caiu, e não evoluiu!
- O pecado é um erro cometido contra nós mesmos! O pecado é se auto prejudicar! É piorar!
- Definição de Pecado: Pecado é não confiar que Deus pode... e sim que você pode!

E o resultado de tudo isso são Caos!

1. Caos Natural:
- Quando deveríamos dominar a Natureza, ela nos escraviza:
O homem que tinha domínio sobre a natureza, agora se torna escravo dentro desta criação...
- O Mar destrói as suas casas; os Vulcões queimam seus filhos; os Terremotos engolem suas fábricas; as Pestes dizimam suas descendências; e veja aí a Hepatite C que mata mais que o câncer e a aids!

2. Caos Social:
O ser humano socialmente piora...
- A que era “uma comigo” agora é outra...
- 4.8: Morte de Abel;
- 6.5: A perversidade do homem quase o destruiu...
- 11: A pretensão da torre de Babel... é a mesma índole de prepotência... auto-suficiência... tudo para mim, tudo eu posso... que gera esse caos social onde uns com tantos outros com tão pouco... conflitividade das relações...
- Inimizades... consumismo... Maria... auto realização custe o que custar...

3. Caos existencial:
- Após a queda o homem vive um constante conflito consigo mesmo!
- Eu e as minhas medos... vergonha... taras.. angústias... perguntas... invejas... cobiças... agressões... maldades... inclinações para perversidade.
Esse é o Ser Humano resultante do pós queda. Um ser infernizado que deveria ser “Bem-Aventurado” ou Enceuzado!

4. Caos Espiritual:
- Deus se torna um mistério distante...
- A Humanidade passa a tatear em busca do que é Deus e a chamar de deus aquilo que não é deus!

5. Caos Físico:
- Somos portadores de uma morte que vai morrendo aos poucos!

Moral:
- E é diante de tudo isso e mais um pouco que homens vibram ao encontrar “Os Restos Mortais de Jesus” (pausa).

Qual o resultado de tudo isso?
Destruição do Relacionamento de Deus com o homem! Destruição do eu verdadeiro. Destruição daquilo que fomos originalmente criados para ser! Nós perdemos dentre de nós mesmos!

Isso é tudo que o diabo quer... ele não pode com o Eterno, mas pode te levar a fazer sexo sem compromisso; pular 3 noites de Carnaval disfarçando uma alegria utópica; provocar a ira do seu filho; Mentir e enganar ao máximo para subir na vida... este é o Alvo da Serpente: Quebrar o Relacionamento com Deus!
Ele quer a Quebra do Relaciomento; pois na quebra do relacionamento se vai todas as formas de fé... e vc sem fé se torna um infiel... e sem Fé ou Infiel é impossível agradar a Deus!

O diabo quer que vc faça do seu jeito... que vc produza a sua alegria... que vc dê um jeito nas tuas finanças... que vc se benza para mandar embora as assombrações do vizinho morto!

Agora caminhando para o fim... o que Deus pensa de tudo isso? Ainda há esperança para vc? Ou devemos nos entregar aos “restos mortais de Jesus”?

II. O Pai do Amor
Texto: Is 49.15-16 (vida) – Um presente!
- Falar o quanto Deus nos Ama; do Seu Poder; Expor o Sacrifício; e Como viver o relacionamento.
- Gl 3.29: “Agora somos de Cristo, somos os verdadeiros descendentes de Abraão, e todas as promessas que Deus fez a ele pertencem a nós”.
- Ganhemos almas! Proclamemos que ainda existem pastores e igrejas sérias! Defendamos o dízimo como uma adoração ao Eterno! Preocupemo-nos com os necessitados da igreja! Choremos com os hospitalizados! Etc... etc... etc..
Provar o quanto Deus nos ama, o quanto nos quer bem, o quanto se importa conosco, o quanto é pessoal, junto... o quanto não está longe...

c. O que temos que fazer?
à Se vivemos sem precisar ter fé em Deus, então somos infiéis...
à Qual foi a última vez que vc dependeu somente de Deus?
à Quando foi a vez que vc ousou esperar somente nEle e no seu poder?... sem dar um jeitinho brasileiro?!
- Hj, vc terá esta oportunidade!

Conclusão:
1. Paulo e o 1º Credo: I Co 15.3-7 (deco)
2. A Pedra era pesada e impossível de ser removida por alguns;
3. Os discípulos morreram por isso;
4. Não pode ser em Talpiot, pois os Judeus e os Cristãos concordam com o lugar do sepultamento.

Em Cristo, a Rocha Viva
Pr Kiko Machado

Pensamentos Alados

Pensamentos Alados nos permitem irmos além de nós mesmos...
Permitem a cada um ser os sonhos sonhados no coração...
Pensamentos Alados nos permitem visualizar o que Deus gostaria que fossemos.

Em Cristo